Tendências do Setor do Desporto

  • Portal dos Investimentos de Portal dos Investimentos
  • 4 meses atrás
  • Empresas
  • 0

Sendo o setor do desporto bastante diverso, podemos encontrar vários tipos de tendências no meio desportivo, estando estas, geralmente, associadas a avanços tecnológicos e mudanças sociais que alteram as necessidades dos consumidores. Desde o fabrico de equipamentos desportivos ao próprio consumo dos espetáculos desportivos, passando pelo treino dos atletas e as próprias modalidades, muito tem mudado ao longo das últimas décadas, tornando o desporto mais diverso, profissional e globalizado.

Neste artigo, iremos abordar várias tendências que têm caracterizado o setor do desporto nos dias de hoje. É claro o impacto dos avanços tecnológicos no meio desportivo, sendo que, por essa razão, exploraremos as suas principais implicações no lado da oferta e também da procura. Além disso, procuraremos explorar alguns dos impactos sociais decorrentes das novas necessidades dos consumidores.

Avanços Tecnológicos do Ponto de Vista das Empresas

A tecnologia e a inovação têm tido um impacto significativo nos clubes desportivos em várias áreas, proporcionando oportunidades para melhorar o desempenho atlético, otimizar operações internas e aumentar o envolvimento dos adeptos. Alguns dos impactos nos clubes desportivos podem observar-se através de:

Análises de Desempenho: o uso de tecnologia para recolher e analisar dados de desempenho dos atletas tem-se tornado numa parte essencial do treino desportivo. Sistemas GPS, dispositivos wearable e softwares de análise fornecem insights valiosos sobre o desempenho dos atletas, ajudando os treinadores e os preparadores físicos a otimizar planos de treino e a prevenir lesões.

Gestão de Instalações: um software de gestão de instalações permite aos clubes desportivos agendar eventos, reservar espaços, gerir inventários e acompanhar a manutenção de instalações de forma mais eficiente. Isso ajuda a otimizar o uso de recursos e a garantir que as instalações estejam sempre em boas condições, algo bastante útil tanto para organizações desportivos, como empresas de produção de equipamentos desportivos e ginásios.

Engagement dos Adeptos: plataformas digitais e redes sociais são usadas pelos clubes para se conectarem com os seus fãs, fornecendo conteúdo exclusivo, atualizações em tempo real e oportunidades de interação. Assim sendo, é possível adotarem estratégias de marketing mais aprimoradas e com uma melhora leitura do mercado e de como penetrar no mesmo.

Aplicações de Fitness e Treino Online: a proliferação de apps de fitness oferece aos consumidores uma variedade de opções para treinar em casa ou em qualquer lugar. Essas aplicações oferecem desde rotinas de exercícios guiados até aulas de yoga, permitindo que os internautas personalizem os seus planos de acordo com suas preferências e objetivos.

Plataformas de Transmissão de Aulas Em Direto: plataformas de transmissão em direto permitem que os ginásios ofereçam aulas online, atingindo um público mais amplo. Isso foi algo particularmente relevante durante os períodos de restrições devido à pandemia de Covid-19.

Sistemas de Pagamento e Reservas Online: a tecnologia facilitou os processos administrativos nos ginásios, como reservas de aulas online, check-in sem contacto e sistemas de pagamento eletrónico.

Marketing e Receitas: a tecnologia desempenha um papel crucial na criação de receitas para as organizações, seja por meio de transmissões ao vivo de eventos, vendas de bilhetes online, comércio eletrónico de mercadorias ou parcerias de patrocínio. Plataformas de comércio eletrónico e sistemas de gestão da relação com o cliente (CRM) ajudam os clubes a maximizar as oportunidades de receita.

Economia de Energia e Sustentabilidade: tecnologias de eficiência energética são implementadas em instalações desportivas para reduzir o consumo de energia e os custos operacionais.

Streaming e Direitos de Transmissão: mudanças no modelo tradicional de transmissão de eventos desportivos, com um aumento na popularidade das plataformas de streaming e novos acordos de direitos de transmissão.

Investimentos em Clubes e Ligas: a entrada de investidores estrangeiros, celebridades e grandes empresas em clubes e ligas desportivas, contribuindo para um aumento no valor e na visibilidade das organizações esportivas.

No geral, a tecnologia e a inovação têm transformado a maneira como as organizações operam e se envolvem com atletas, funcionários, adeptos e clientes, proporcionando oportunidades para melhorar o desempenho desportivo, otimizar processos internos e aumentar a receita.

Avanços Tecnológicos do Ponto de Vista dos Consumidores

Contacto mais Próximo com Clubes e Atletas: as plataformas digitais e as redes sociais são usadas para os clubes estreitarem laços com os seus adeptos, fornecendo informação exclusiva. Realidade aumentada e realidade virtual também são usadas para criar experiências imersivas para os adeptos, como visitas virtuais ao estádio ou acesso a conteúdo exclusivo nos bastidores.

Gamificação do Exercício Físico: elementos de gamificação, como recompensas, desafios e competições online, são incorporados em muitas plataformas de fitness para motivar os clientes a se exercitarem regularmente.

Realidade Virtual (VR) e Realidade Aumentada (AR): a VR e a AR são utilizadas para criar experiências de treino mais envolventes e imersivas. Isso inclui simulações de corrida, treino funcional e até mesmo aulas de fitness em ambientes virtuais.

Equipamentos Conectados e Tecnologia IoT: muitos equipamentos de ginástica vêm agora com recursos conectados que permitem aos utilizadores acompanhar o seu progresso, ajustar configurações automaticamente e até mesmo competir com outros. A Internet of Things (IoT) é usada para criar ambientes de treino mais inteligentes.

Acompanhamento de Nutrição e Bem-Estar: apps e dispositivos conectados podem ajudar os utilizadores a monitorar não apenas a sua atividade física, mas também aspetos como dieta, sono e níveis de stress, proporcionando uma abordagem holística para o bem-estar.

Acesso a Novas Modalidades e Mercados: com as redes sociais e as plataformas de streaming, deu-se um passo mais na democratização do acesso à transmissão de vários desportos. Algumas apps oferecem atualizações em tempo real, estatísticas, destaques e conteúdo exclusivo, proporcionando aos internautas informações personalizadas sobre as suas equipas e atletas favoritos. Através das ferramentas digitais é possível também os clientes adquirirem material desportivo oriundo do outro lado do mundo.

User-Generated Content: internautas podem contribuir com o conteúdo, partilhando fotos, vídeos e opiniões, o que aumenta o engajamento e a participação.

Transmissões de Alta Qualidade: a evolução das transmissões desportivas em alta-definição (HD) e, mais recentemente, em 4K, proporciona uma experiência visual mais nítida e imersiva para os espectadores.

Tecnologia Beacon e Geolocalização: em eventos presenciais, a tecnologia de beacons e geolocalização pode oferecer experiências personalizadas aos espectadores, como descontos em produtos, acesso a conteúdo exclusivo e informações relevantes com base na sua localização no estádio.

Aplicações de Apostas Desportivas: a tecnologia permitiu o crescimento das apostas desportivas online, oferecendo aos fãs a oportunidade de participar ativamente nos eventos e aumentar o seu envolvimento através da gamificação.

Inteligência Artificial Pode Estar Aliada Ao Desporto?

A inteligência artificial (IA) tem tido um impacto substancial no setor do desporto, abrangendo diversas áreas, desde o desempenho atlético até à comunicação com os entusiastas das várias modalidades. Essa influência pode ser vista através de:

Análise de Desempenho: sistemas de IA são utilizados para analisar grandes volumes de dados relativos ao desempenho dos atletas. Isso inclui análises de vídeos de jogos, estatísticas de desempenho, dados biométricos e até mesmo informações meteorológicas para otimizar as estratégias de jogo e aprimorar o treino.

Lesões e Recuperação: a IA é aplicada à monitoração da saúde dos atletas, ajudando a prever e prevenir lesões. Sensores vestíveis e algoritmos analíticos podem oferecer insights sobre padrões de movimento, fadiga e risco de lesões, permitindo uma abordagem mais proativa na gestão da saúde dos atletas.

Personalização do Treino: sistemas de IA podem criar planos de treino personalizados com base nas características individuais dos atletas, adaptando-se às suas necessidades específicas, objetivos e histórico de desempenho.

Estratégias Táticas Avançadas: a IA é usada para analisar padrões de jogo, táticas adversárias e estratégias de equipas, proporcionando aos treinadores insights mais profundos para tomadas de decisão informadas durante as competições.

Realidade Virtual e Aumentada: a IA é integrada a experiências de realidade virtual (VR) e realidade aumentada (AR) para simulações de treino mais realistas e estratégias de jogo interativas. Isso é aplicado tanto a atletas quanto a treinadores.

Transmissão e Produção de Conteúdo: algoritmos de IA podem ser usados na produção automatizada de destaques de jogos, análises estatísticas em tempo real e personalização de transmissões para os clientes, melhorando a experiência de visualização.

Contacto com o Público: chatbots e assistentes virtuais baseados em IA são utilizados para interagir com aqueles que procuram a organização online, mas também para responder a perguntas, fornecer informações em tempo real e criar experiências mais envolventes nas plataformas digitais.

Avaliação de Desempenho de Equipamentos: a IA é empregue para analisar e otimizar o design e o desempenho de equipamentos desportivos, como calçados e roupas, garantindo a inovação contínua e o aprimoramento dos materiais.

Integridade do Jogo e Combate à Fraude: algoritmos de IA poder ser usados para monitorizar padrões suspeitos de apostas e comportamento irregular em eventos desportivos, contribuindo para a integridade do jogo e a prevenção da manipulação de resultados.

Gestão Operacional: na gestão de instalações desportivas, a IA é empregue para otimizar a eficiência em áreas como manutenção, segurança e gestão de tráfego durante eventos.

Crescimento de Novas Modalidades no Setor do Desporto

Algumas das modalidades que mais têm ganho expressão nos últimos anos são:

eSports: os eSports estão a crescer rapidamente em todo o mundo, com um aumento significativo no número de praticantes e adeptos. Jogos como League of Legends, FIFA ou Fortnite ganharam destaque, e as competições de eSports tornaram-se eventos com grande audiência, principalmente jovem.

Corrida de Obstáculos (OCR): eventos como as Spartan Races e outras corridas de obstáculos têm atraído um número crescente de participantes em Portugal, combinando desafios físicos com experiências divertidas.

Trail Running: o trail running, que envolve corridas em trilhos e terrenos naturais, tem ganho popularidade entre os entusiastas do desporto ao ar livre.

Ciclismo: o ciclismo, tanto de estrada quanto de montanha, tem visto um aumento na participação, impulsionado por eventos, grupos de ciclistas locais e a promoção de estilos de vida ativos.

Surf e Desportos Aquáticos: as praias portuguesas oferecem condições ideais para a prática de desportos aquáticos, incluindo surf, bodyboard e stand-up paddle, atraindo um número crescente de praticantes.

CrossFit: combinando diferentes elementos de treino de força e condicionamento físico, tem conquistado uma base de seguidores dedicados em Portugal.

Desportos de Combate: modalidades como MMA (Mixed Martial Arts), jiu-jitsu e muay thai têm ganho popularidade, com um aumento na participação em escolas especializadas.

Padel: este desporto, que é uma variação do ténis jogada em campos fechados mais pequenos, tem experimentado um crescimento notável em Portugal, com um aumento no número de clubes e praticantes. Aliás, a Península Ibéria tem sido considerada por muitos a capital da modalidade.

Caminhada e Marcha Atlética: atividades mais suaves, como caminhada e marcha atlética, têm atraído um público mais amplo, especialmente aqueles que procuram exercício físico de baixo impacto.

Desportos de Aventura e Outdoor: atividades como escalada, canoagem, e orientação têm ganhado adeptos entre aqueles que procuram experiências ao ar livre e aventuras.

Desportos de Equipa Tradicionais: modalidades desportivas tradicionais, como basquetebol ou o voleibol têm visto crescer o número de adeptos.

Responsabilidade Social dos Players do Setor do Desporto

O desporto, além da sua importância como forma de entretenimento e competição, desempenha um papel crucial na sociedade contemporânea como agente de responsabilidade social. Nos dias de hoje, a responsabilidade social deste setor vai muito para além dos estádios e pavilhões, abraçando causas mais amplas que contribuem para o bem-estar das comunidades e para a promoção de valores positivos, como a inclusão e diversidade.

Uma dimensão fundamental da responsabilidade social do desporto é a promoção da inclusão e igualdade. As organizações desportivas têm procurado criar ambientes mais acessíveis, acolhedores e equitativos para participantes de todas as idades, géneros e habilidades. Iniciativas como programas de desporto adaptado, escolinhas comunitárias e projetos de inclusão social têm proporcionado oportunidades para que grupos mais marginalizados também desfrutem dos benefícios do desporto.

Além disso, o setor desportivo tem se tornado bastante influente na promoção da diversidade e na luta contra a discriminação. Atletas, organizações e ligas têm defendido a igualdade de género, a inclusão racial (veja-se a campanha “No to Racism” da UEFA) e a aceitação de diferentes orientações sexuais. Campanhas antirracismo, a promoção da equidade de género e a celebração da diversidade têm sido pilares essenciais da responsabilidade social do desporto.

No contexto do desenvolvimento comunitário, o desporto tem desempenhado um papel crucial na criação de laços sociais e no fortalecimento de comunidades. Programas que promovem o desporto desde a infância, a construção de infraestruturas desportivas acessíveis e a oferta de atividades recreativas contribuem para o desenvolvimento saudável e coeso das comunidades. Além disso, eventos desportivos de grande escala têm sido utilizados como catalisadores para o desenvolvimento económico e turístico, contribuindo para a criação de empregos e oportunidades para a população local.

A responsabilidade social do desporto também se estende ao comprometimento com causas sociais e ambientais. Muitas organizações desportivas têm adotado práticas sustentáveis nos eventos que organizam, procurando reduzir o impacto ambiental e promovendo uma consciência ecológica. Não obstante, parcerias com organizações sem fins lucrativos e campanhas de arrecadação de fundos durante eventos desportivos têm se tornado comuns, canalizando recursos para causas humanitárias e sociais.

Em suma, a responsabilidade social do desporto na atualidade transcende as fronteiras das competições. Ao assumir um papel ativo na promoção da inclusão, diversidade e sustentabilidade da comunidade, o desporto consolida-se como um agente positivo de transformação, inspirando mudanças significativas na sociedade.

Junte-se à discussão

Compare listings

Comparar